segunda-feira, 26 de março de 2012

Sobre Biologia, e alguns anseios antropofágicos, por Therence Santiago



Que os Deuses da Antropofagia contemplem a pressa, a pressa em sentir tudo ao mesmo tempo, uma espécie de vontade incontrolável - como uma fome e sede voraz que quer comer e beber tudo de uma vez, que seja feito o poema do que somos, poemas de anjos dançando no bom pecado, que seja iluminado todo o beijo entre uma lágrima e outra, e que tudo realmente seja devorado pela necessidade de sentir e sentir novamente!!!!



É no beijo que tudo começa, é na boca em que tudo acaba...

Nenhum comentário:

Postar um comentário